Mitos
Mostrando postagens com marcador Mitos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mitos. Mostrar todas as postagens

Mitos Alimentares













Muitas são as crenças disseminadas sobre alimentação e as dietas inventadas para a perda de peso. No entanto, boa quantidade daquilo que é dito pelos leigos - nossos amigos, familiares e conhecidos - não tem embasamento científico. Parte dos mitos não é eficaz, e outra parte pode até fazer mal à saúde daqueles que praticam. Preparei uma lista de lendas que ouvimos por aí e desmitifiquei uma por uma. Confira:

Água em Jejum emagrece
São muitas as lendas em torno da água em jejum para ajudar no emagrecimento. Alguns recomendam toma-la quente com gotinhas de limão, outros recomendam toma-la gelada, mas o fato e que, quente ou fia, a água não possui poder de emagrecer ninguém.Sim, ela e ótima para saúde, hidrata, limpa o aparelhos digestivo e ajuda a desintoxicar o organismo, devendo ser consumida varias vezes ao dia, mas não emagrece não, nem em jejum, nem sem jejum!

 A sopa engorda
Antigamente a sopa era a base da alimentação dos portugueses e como tal estava adaptada às suas necessidades energéticas. Atualmente o papel da sopa mudou mas as receitas também.
As sopas atuais são sobretudo de legumes e fornecem poucas calorias. São uma excelente forma de iniciar o almoço e o jantar e muito adequadas para quem quer perder peso.

Posso comer toda a fruta que quiser
A fruta contém frutose, um açúcar simples que pode ser consumido diariamente, mas sem exagero. A quantidade de fruta recomendada diariamente é de 3 a 4 peças. Quem consome fruta em excesso não está a fazer uma alimentação saudável e poderá desencadear problemas de saúde.

O azeite é uma gordura excelente e por isso não engorda
O azeite, apesar de ser uma gordura saudável, engorda tanto quanto as outras gorduras. Cada colher de sopa contém 10g e fornece-nos 90Kcal.É uma gordura excelente, rica em antioxidantes, que ajuda o funcionamento do aparelho cardiovascular e como tal, sempre preferível às outras gorduras, sobretudo as saturadas, mas o seu consumo deve ser sempre com conta, peso e medida. 

Laranja com leite faz mal
Quando adicionamos alimentos com muita acidez ao leite, este pode coalhar. Muito provavelmente foi neste facto que se baseou o mito. Mas nenhum alimento tem a acidez do estômago. Aí o leite vai forçosamente coalhar, ainda que não seja ingerido com laranjas.Do ponto de vista nutricional, a laranja é rica em vitamina C e o leite é rico em cálcio. Quando se juntam a nível digestivo a Vitamina C favorece a absorção do cálcio. Por isso uma laranja consumida com leite ou outro derivado são uma combinação excelente.

O pão engorda
Frequentemente ouve-se dizer que para emagrecer não se deve comer pão. Este como qualquer alimento, deve ser consumido com moderação, no entanto, não é um alimento proibido para quem quer emagrecer. O grande problema não é o pão por si só, mas sim o que lhe juntamos… 

As torradas emagrecem
As torradas, quando comparadas com igual quantidade de pão, fornecem mais calorias (energia) uma vez que são mais ricas em gordura e pobres em água. No entanto, podem fazer parte de uma alimentação saudável. Tudo depende da quantidade!

Há alimentos proibidos
Qualquer alimento pode fazer parte de uma alimentação equilibrada. É verdade que alguns alimentos, sobretudo quando são ricos em gorduras ou em açúcar são apontados como pouco saudáveis. O que não significa que não possam ser ingeridos.A questão fundamental prende-se com a quantidade e a frequência. Alimentos menos equilibrados devem ser ingeridos em menor quantidade e apenas de vez em quando.

Comer carboidratos após às 18h engorda
Engordar e emagrecer é uma conta matemática entre o que você ingere e o que você gasta. Quando ingerimos menos calorias e aumentamos o nosso gasto calórico, o peso reduz. A qualidade da alimentação e o exercício físico também são importantes para determinar a qualidade do emagrecimento, poupando a perda de massa muscular e maximizando a redução da gordura corporal. Deixar de comer carboidratos à noite pode ser perigoso, pois pode aumentar o risco de beliscarmos após o jantar. À noite é o momento que normalmente temos mais tempo para comer, relaxamos e temos mais oferta de alimentos por estarmos em casa. O carboidrato deve ser 50% a 60% da nossa alimentação, pois são responsáveis pela promoção de energia e são eles: frutas, legumes, pães, cereais, batatas/aipim/ inhame, entre outros. Comer carboidratos estimula a produção de um neurotransmissor, a serotonina, essencial para sensação de prazer, relaxamento e controle da ingestão alimentar.

Pular refeições emagrece
A fome aumenta muito quando fazemos poucas refeições e acabamos colocando no prato preparações mais gordurosas e elaboradas e em maior quantidade do que precisamos.Fazer 5 a 6 refeições diárias acelera o metabolismo, pois estimula hormônios e enzimas para o processo de digestão, absorção e excreção dos alimentos; chegamos com menos fome a próxima refeição conseguindo ser mais seletivo a quantidade e qualidade dos alimentos.

Ingerir líquidos durante as refeições dá barriga
A ingestão de líquidos nas grandes refeições promove distensão abdominal e atrapalha o processo digestivo por diminuir o contato dos alimentos com as enzimas digestivas. Temos a sensação de estarmos cheios e com abdômen “dilatado”, entretanto a gordura abdominal não aumenta. O ideal é ingerir líquidos 30 minutos antes das grandes refeições ou uma hora após. Indivíduos que não conseguem comer sem beber líquidos devem comer devagar, mastigando bem os alimentos e ingerir pequenos volumes de líquidos. Não devem empurrar os alimentos com o líquido.

Fazer atividade física em jejum potencializa a perda de gordura corporal
A redução de gordura corporal se dá através da diminuição da ingestão alimentar (planejamento da dieta) e prática de exercícios aeróbicos, que utilizará a gordura corporal como combustível para a produção de energia. Na prática esportiva em jejum, o indivíduo se sente mais fraco e, consequentemente, diminui o desempenho, além do risco de ter hipoglicemia e desmaiar.Fazer atividade física, para a maioria das pessoas, já é uma prática que requer sacrifício, dedicação e abdicação de outras atividades. Trazer mais um limite, desconforto e risco seria mais um motivo para desistir da prática regularmente. Antes de praticar exercício, o ideal é ingerir pelo menos uma fruta ou um sanduíche. Os carboidratos são de fácil digestão e fornecem energia.

Banana engorda
Ao contrário do que se pensa, a banana não é um alimento de alto valor calórico. Em 100g (uma banana prata) há em torno de 90 calorias. Ela é rica em carboidratos, pobre em proteínas e gorduras. Pode e deve ser utilizada por pessoas em dietas para controle de peso.A banana é um carboidrato de alto índice glicêmico e de fácil digestão, sendo muito utilizada antes do exercício físico para um aumento da glicose sanguínea no momento do exercício e por não “pesar” no estômago. E rica em vitaminas e minerais como a vitamina C, vitaminas do complexo B, vitamina A e potássio. Muito usada pelos esportistas para amenizar ou evitar câimbras, apesar de existirem muitos outros fatores que podem acarretar câimbra além da falta de potássio (má circulação e desidratação).

Requeijão é melhor que maionese
É provável que a má fama da maionese se deva à versão caseira, que utilizava grande quantidade de ovos deixando-a mais calórica e rica em colesterol, mas a verdade não é bem essa. A maionese é feita com óleos vegetais e possui alto teor de gorduras insaturadas (as gorduras do "bem"), além de ácidos graxos essenciais como ômega 3 e ômega 6. Já o requeijão é feito com gordura de origem animal e possui 60% de sua gordura na forma saturada, gorduras "prejudiciais" ao coração.
Os magros têm metabolismo mais acelerado que os gordos
Cada indivíduo tem um metabolismo próprio, resultado de diversos fatores, por isso é impossível generalizar dessa maneira, não dá pra afirmar que um metabolismo é mais acelerado que o outro só observando as características físicas. Mas segundo os especialistas, o contrário faz mais sentido: gordinhos teriam o metabolismo mais acelerado, pois um corpo acima do peso requer muito mais energia para funcionar do que um corpo magrinho.
Salada é sempre a melhor opção para as refeições
Que as verduras contém poucas calorias são saudáveis e fonte de vitaminas e minerais, isso ninguém discute. Mas para que tenha uma alimentação balanceada é essencial que consuma nas refeições principais, além da salada, cereais, carnes e leguminosas. Pessoas que consomem somente saladas no almoço ou jantar podem acabar fazendo uma restrição excessiva de calorias e comprometendo a qualidade nutricional da sua alimentação.
Suco de laranja ou limão com berinjela ajuda a emagrecer e diminuir o colesterol
Não existem estudos científicos que comprove nenhuma das afirmações. Possivelmente a fama de que a berinjela opera esses "milagres" se deve ao teor de fibras presente nela, que aumenta a saciedade e auxilia na redução dos níveis de Colesterol Mas para que realmente elimine peso é essencial que se alimente de forma saudável e balanceada. Com relação ao colesterol é importante que evite os alimentos ricos em colesterol e siga as orientações do seu médico.

Vale deixar de consumir um grupo inteiro de alimentos
Não. Cada grupo de alimento desempenha um papel específico para a manutenção do equilíbrio orgânico. Os carboidratos, por exemplo, fornecem energia para que possamos desenvolver nossas atividades diárias e suas versões integrais ainda são ricas em fibras, vitaminas e minerais. As proteínas auxiliam no desenvolvimento e reparo dos tecidos corporais, além de fazerem parte de enzimas e auxiliar na imunidade. As gorduras, por sua vez, são necessárias ao transporte e absorção de algumas vitaminas, proteção contra choque, isolamento térmico, além de fazerem parte de hormônios e da composição Celular.
Quem substitui refeições balanceadas por shakes ou sopões tem um comportamento alimentar normal? 
Não, pois não é um hábito deixar de fazer uma refeição para consumir um substituto industrializado. Isso pode diminuir a oferta de nutrientes (principalmente se comparado a uma refeição que tenha ingredientes naturais), interferindo no metabolismo e no equilíbrio orgânico. Além disso, esse comportamento não é eterno, e quando o indivíduo voltar a se alimentar como antes, como não realizou nenhuma mudança comportamental (apenas substituiu a refeição por um tempo determinado), vai acabar, no mínimo, recuperando o peso perdido, se é que perdeu algum peso antes.


É correto passar dias inteiros ingerindo só líquidos para se “desintoxicar”? 
Não. Uma dieta líquida só é indicada para quem não tem capacidade de mastigar ou então apresenta distúrbios digestivos. Uma dieta restritiva – em fibras e líquida – pode não proporcionar a ingestão de todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento orgânico, e mesmo para uma desintoxicação adequada. No caso de necessidade de dieta líquida, esta deve ser prescrita pelo nutricionista para proporcionar todos os nutrientes necessários.




Boa tarde Meninas não tive tempo de fazer os post de ontem Terça feira  então vim deixar aqui informações preciosas.


Bjos



Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 


ServerSignature Off ServerTokens Prod