Alimentação Saudável
Mostrando postagens com marcador Alimentação Saudável. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Alimentação Saudável. Mostrar todas as postagens

Guia Prático para Combater a Inflamação

Quando a maioria das pessoas pensa em inflamação, uma imagem de uma articulação inchada, como um tornozelo torcido, aparece em sua mente.

Mas este não é o único tipo de inflamação que existe, a inflamação é a primeira linha de defesa do corpo contra uma grande quantidade de invasores nocivos, como bactérias indesejadas, vírus e outras criaturas desagradáveis.

O processo inflamatório tem vários soldados na forma de glóbulos brancos que atuam como agentes de proteção quando o corpo é atacado.

Embora este processo seja crítico na manutenção do equilíbrio da saúde, pesquisadores e cientistas já demonstraram que ocorrem problemas quando o processo inflamatório torna-se crônico e não existe mais solução.

Infelizmente, o estilo de vida e o mundo de comidas sem qualidade de hoje criam um bom terreno para desenvolver inflamação crônica.

Esse tipo de inflamação pode ocasionar doenças graves também, como a obesidade muito comum nos dias de hoje, pelo fato das pessoas não terem cuidado com sua alimentação e posteriormente só retornarão ao seu peso e saúde com dietas detox, a dieta dukan entre outras.

Estudos recentes demonstraram claramente que as reações inflamatórias de longo prazo estão ligadas a numerosas doenças como câncer, doenças cardíacas, diabetes de Alzheimer e diabetes tipo II.

Por sorte, existem passos naturais muito poderosos que podem ser tomados para manter a inflamação longe.

1. Salmão

Salmão oferece uma fonte rica de ácidos graxos essenciais ômega-3 na forma de DHA e EPA.
Este tipo de gordura contém poderosas propriedades anti-inflamatórias que demonstraram ser benéficas para ajudar pessoas com doenças cardíacas.
Arteriosclerose, depressão, transtorno de déficit de atenção e alergias. O salmão, arenque, sardinha e atum claro são todas ótimas opções para incluir na dieta.

2. Frutas e legumes

Frutas e vegetais são carregados com nutrientes de plantas chamados fito químicos que previnem e podem até reverter o processo inflamatório.
Ao planejar as refeições, tente incluir cinco a 10 porções de fruta e legumes por dia. Pode ser:
1 fruta ou vegetais de tamanho médio ;
1/2 xícara de suco;
1 xícara de salada;
1/2 xícara de frutas ou vegetais enlatados ou congelados.

Além disso, quanto mais coloridas forem as frutas ou os vegetais, mais valor de nutrição e combate à doença contém. Procure por opções vermelhas, roxas, verdes, amarelas e laranja, e inclua uma variedade de cores em cada refeição.

3. Nozes e sementes
Nozes e sementes, como amêndoas, sementes de gergelim, também contêm gorduras essenciais anti-inflamatórias e ômega-3.

Na verdade, vários estudos mostraram que meio copo de nozes por dia é benéfico na redução do colesterol e no risco de doença cardíaca.

4. Óleos de peixe

Além de tomar um multivitamínico de alta qualidade diariamente, recomendo complementar com um óleo de peixe destilado de alta qualidade para os poderosos efeitos anti-inflamatórios.

A dose recomendada de Omega-3 para adultos é de dois gramas por dia. Os valores diários recomendados por faixa etária para crianças são:
• Nascimento até 12 meses: 500 mg
• Um ano: 600 mg
• Dois ou três anos: 700 mg
• De quatro a seis anos: 1.000 mg
• De sete a nove anos: 1.200 mg para meninos; 1.000 mg para meninas
• 10 a 12 anos: 1.400 mg para meninos; 1.200 mg para meninas
• 13 a 15 anos: 1.500 mg para meninos; 1.200 mg para meninas

5. Água fresca e limpa

Muitas vezes, um estado de desidratação pode promover o processo inflamatório. Lave seu sistema diariamente com seis a oito copos de água fresca e limpa para promover a eliminação adequada e a saúde ideal.

Alimentos e hábitos que devem ser evitados

Certos alimentos e hábitos de vida podem desencadear uma reação inflamatória no corpo. Esses alimentos incluem:

• Queijos cheios de gordura e sorvete.
• Carne vermelha (bife, costelas, hambúrgueres, cachorros-quentes, carne de porco, bacon).
• Ácidos com gorduras trans (gorduras parcialmente hidrogenadas) encontrados em vários tipos de alimentos processados ​​e embalados como na margarina.
• Farinha branca e produtos açucarados (biscoitos, bolos, cereais açucarados).
• Alimentos fritos (rosquinhas, batatas fritas, anéis de cebola).
• Álcool em excesso.
• Estresse.
• Fumar.

Lembre-se, a reação inflamatória em si não é ruim. Na verdade, o corpo precisa combater a infecção e ajudar a reparar os danos musculares ou teciduais.
Problemas surgem quando a inflamação se torna crônica.
A melhor abordagem é concentrar-se na prevenção, incluindo os alimentos acima mencionados na dieta regularmente.

O exercício, o gerenciamento do estresse e a hidratação adequada também são elementos-chave para manter o corpo funcionando bem, evitando a inflamação quando é realmente necessário.

Para conseguir o cardápio grátis e os detalhes passo a passo da nutricionista, entre no seu navegador e digite dieta.blog.br tudo está na matéria: dieta dukan: dieta das celebridades perca 9 kg em 15 dias.

Confira o vídeo com os melhores alimentos anti-inflamatórios:




Berinjela para sua saúde



Você está com colesterol alto? Ou está com vontade de eliminar aquelas gordurinhas indesejadas? Aqui vai uma dica natural e muito saudável para seu organismo. Apresento a Berinjela.


Os benefícios da berinjela são conhecidos por seus  excelentes resultados em dietas de emagrecimento, além é claro de ajudar na redução do mau colesterol, no combate ao reumatismo, artrite e problemas digestivos. A berinjela é muito rica em vitaminas, cálcio, proteínasferro e nutrientes muito importantes para o funcionamento do organismo. E o mais importante de tudo, este alimento tem uma quantidade muito pequena de calorias e uma quantidade razoável de fibras, ajudando muito quem está de dieta.
Uma unidade de aproximadamente 150 gramas tem apenas 30 calorias e sua casca conta com um composto bioativo que pode colaborar na redução do colesterol ruim. Por se tratar de um alimento funcional, a berinjela ajuda a deixar o organismo mais saudável, previne doenças cardiovasculares e melhora a pressão arterial. Este alimento tem uma substância chamada saponina, que age como um detergente: quebra as moléculas de gordura presentes no sangue e impede o organismo de absorvê-la.  As muitas fibras agem regulando o intestino e melhorando a digestão.
Mas para quem tem uma vida agitada ou pouco tempo para preparar o alimento, pode incluir a farinha de berinjela CháMais nos seus preparou ou optar pela cápsula de berinjela CháMais na sua dieta. Ambos os produtos são de excelente qualidade e estão a sua disposição para que você conquiste a boa forma e o equilíbrio da saúde.
Aproveite e inclua a berinjela no seu cardápio!!



Que tal um suco pink ? Receitinha saudável

Bom Dia Meninas andei meio sumida por conta de trabalhos, mas graças a Deus estou de volta!!!
Então vamos voltar com todo o gás? Hoje trouxe uma receita nutritiva, prática e deliciosa pra vocês!!!!
Suco de Beterraba,Cenoura e Maça com Linhaça.
Ele se encaixa nos famosos SUCOS DETOX, chamado de Suco Pink.
Então vamos descobrir o que e? quais seus benefícios para o corpo? e as funções de cada ingrediente?
Vamos lá...

Suco pink, suco rosa, pink juice. São vários os nomes dessa outra bebida funcional do momento!

O suco precisa ter ingredientes específicos:
Líquido base - Pode ser água sem gás, a água de coco e o chá diurético, como hibisco, contêm mais propriedades.Frutas ricas em antioxidante
Beterraba – Além de ser o ingrediente que mais fornece energia, é a maior responsável pela cor do suco.

Benefícios do Suco Pink
Rico em vitamina C reforça a imunidade, prevenindo doenças.
A presença da beterraba, que é energética, aumenta a energia e, consequentemente, o desempenho da atividade física se for consumido uma hora antes do treino. Também eleva a capacidade de ganho de massa magra, uma vez que auxilia na recuperação muscular.Rico em vitamina A, auxilia o funcionamento da visão.
Rico em antioxidante, auxilia na prevenção do envelhecimento precoce da pele.


RECEITA

Ingredientes:
  1 Beterraba sem casca
  1 cenoura com casca
  1 maça com casca
  1 colher de sobremesa de linhaça
  1/2 copo (100 ml) de água
Modo de preparo do suco de beterraba: Adicione no liquidificador todos os ingredientes. Coe e depois sirva. Se quiser, também pode colocar gelo.

Beterraba
 A beterraba é rica em vitamina A, C, cálcio e ferro, previne e ajuda a curar anemia. Além disso, é rica em nitrato, que ajuda a baixar a pressão sanguínea e a prevenir doenças  cardiovasculares. O nitrato também diminui o gasto de oxigênio, melhor o desempenho nos esportes. A beterraba ainda é rica em antioxidantes que combatem os radicais livres, o que melhora a aparência da pele e previne o envelhecimento precoce. A beterraba ajuda a melhorar o sistema imunológico e ajuda a prevenir as células cancerígenas. É rica em biotina, uma vitamina B solúvel na água que desempenha um papel-chave nas proteínas, gorduras e hidratos de carbono metabolizantes.

Maçã
A maçã é rica em vitamina C, B1, B2, E e em niacina, ferro e fósforo. Em sua casca, encontra-se um alto teor de pectina, que ajuda a reduzir o colesterol no sangue. A maçã tem alto valor nutritivo e baixo teor calórico, sendo ótimo alimento para quem não quer ganhar peso. A maçã ajuda a circulação sanguínea, prevenindo as doenças cardíacas. É um excelente regulador intestinal pois, possui alto índice de fibras, o que também é excelente para o sistema digestivo, auxiliando a digestão.

Cenoura
A cenoura é rica em betacaroteno, vitamina A, C, B2 e B3. Além de fósforo, cálcio, potássio e sódio e antioxidantes e fibras, a cenoura melhora a visão e ajuda a prevenir vários tipos de cânceres. Fundamental para a saúde da pele e seus anexos (cabelos e unhas), a cenoura regula o açúcar no sangue, fortalece a saúde pulmonar e do cólon, ajuda a fortalecer o sistema imunológico e ainda favorece o bronzeamento.  A cenoura é um dos principais desintoxicantes do mundo vegetal, reforça as funções hepática, renal e gástrica.

Linhaça
Ela é considerada um alimento funcional, trazendo benefícios para o coração, intestino e até mesmo prevenindo alguns tipos de câncer. Mas o benefício carro-chefe da linhaça é o emagrecimento, pois suas fibras atuam na liberação da glicose no sangue e reduzem, por tabela, o acúmulo de gordura no corpo. E ainda é uma alternativa de cereal sem glúten

Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 

COMO A TEMPERATURA AFETA A DIETA


E quem disse que durante o frio é impossível emagrecer? Trouxe dicas de como se alimentar no inverno para alcançar a tão esperada boa forma
Está difícil resistir aos chocolates quentes, fondues e todas as outras tentações das estações frias? Tranquilize-se. Manter ou alcançar a boa forma é possível.

Por incrível que pareça, é mais fácil emagrecer no inverno. Nessa época do ano, seu corpo precisa de mais energia para se aquecer. Portanto, se você comer porções iguais no inverno e no verão, certamente ficará mais magro. Isso porque para manter a temperatura corporal, o organismo acelera o metabolismo e, com isso, aumenta o gasto energético. Contudo, nesta época sentimos mais fome, e de alimentos mais calóricos.
Para não ganhar quilos a mais, a dica é não abusar da quantidade. Nem tudo o que aquece engorda. Um exemplo é o chá.
 Além de ajudar a esquentar o corpo, contribui para a manutenção do peso.

Outra sugestão é não ficar longos períodos sem comer. E continue com a mesma ingestão de líquido das estações quentes.

Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 

Alimentos perigosos para bebês


Não existe consenso em relação à contraindicação de alimentos. A própria Sociedade Brasileira de Pediatria reviu algumas recomendações recentemente, antecipando a liberação de alguns deles, como ovos e peixes, depois de analisar vários estudos e chegar à conclusão de que a demora na introdução não diminuía os riscos de alergia. Conheça alguns alimentos que merecem atenção. A ideia não é radicalizar nem banir os itens dessa lista de vez das refeições. É para você olhá-los com um cuidado ainda maior. Confira:  

Leite de vaca

Ele não deve ser oferecido para o bebê antes do primeiro aniversário porque é difícil ser digerido e pode causar constipação intestinal, anemia e intolerâncias alimentares.

Mel

Outro alimento que só deve entrar no cardápio depois de 1 ano de vida. O mel pode esconder um tipo de toxina capaz de desenvolver uma forma de botulismo em crianças de poucos meses. Nessa idade, a flora intestinal ainda está em desenvolvimento e não consegue barrar a ação dessa bactéria.

Ovo

Segundo as novas recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria, o ovo pode ser introduzido a partir do sexto mês. Antes, ele só entrava em cena no nono mês (a clara apenas depois de 15 meses). Converse com o seu pediatra para juntos combinarem como agir.

Frutos do mar

Eles são recomendados somente após o primeiro ano de vida por disparar reações alérgicas.

Morangos

É uma delícia, mas espere seu bebê completar 2 anos para apresentá-los por causa do uso excessivo de agrotóxicos nessa fruta.

Peixe

A Sociedade Brasileira de Pediatria também liberou o consumo de peixes a partir do sexto mês. Converse com o seu pediatra e, quando oferecer, não se esqueça de retirar toda a espinha.

Amendoim e nozes

Eles tradicionalmente causam muita alergia, por isso aguarde até 1 ano e meio para oferecê-los. Ou mais, caso haja o histórico familiar de problemas com algum desses alimentos.


Bolachas e salgadinhos 

Alimentos industrializados ricos em gordura, açúcar e sal trazem sérios riscos para as crianças, que podem sofrer com obesidade, hipertensão, colesterol ou triglicédides. Mais uma vez, a solução é não cometer exageros. Deixe a bolacha e o salgadinho para o fim de semana. 

Azeitonas e caroços 

Se você tem crianças em casa, prefira comprar azeitonas sem caroço. A possibilidade de elas morderem com força demais a azeitona e quebrarem ou lascarem um dente danificado existe sim. Isso sem falar no risco de engasgar. No caso de frutas com caroço, como a ameixa, é preferível servi-las já cortadas. Para as crianças que já comem bem sozinhas, uma boa recomendação para tomar cuidado deve ser o suficiente.


Balas
Balas são uma verdadeira paixão entre as crianças. São coloridas, docinhas, e têm um monte de sabores deliciosos. Mas é bom ficar de olho nos pequenos para ter certeza de que não estão indo com muita vontade ao pote. Por serem feitas de açúcar, elas podem provocar cáries - principalmente as balas mastigáveis, que costumam grudar nos dentes. Além disso, morder uma bala dura pode até mesmo comprometer a integridade dos dentes - e garantir uma visita especial ao dentista. 



Refrigerantes 

Além dos problemas mais conhecidos, como a obesidade e as cáries dentárias, os refrigerantes também trazem o risco de a criança desenvolver osteoporose quando mais velha. Os fosfatos presentes nas suas fórmulas aumentam a presença de fósforo no organismo, o que impede a absorção de cálcio, substância mais do que importante para a constituição dos ossos. 





Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 

Festas Juninas: Aproveite sem sair da dieta!

Boa tarde meninas dando gancho ao q falei ontem sobre não sair da dieta na copa não podemos esquecer das festas juninas não e mesmo?



As festas juninas eram comemoradas na Europa em gratidão à colheita farta e como pedido de que a próxima também o fosse! Já no brasil, a comemoração é feita em homenagem aos santos aniversariantes, Santo Antônio (13 de junho), São João (24 de junho) e São Pedro (29 de junho).Junto com as homenagens aos santos, vem também as festas juninas e suas guloseimas deliciosas, na maioria das vezes bastante calóricas
A boa notícia é que dá para aproveitar a festa sem descuidar da dieta e da saúde. E se você é daquelas festeiras que não resiste a uma festa, pé de moleque, maçã do amor, cocada, pinhão, vinho quente, quentão, milho verde, canjica, arroz doce, paçoca, pamonha. As opções são inúmeras e fugir dessas tentações é missão quase impossível, então o jeito é não exagerar na quantidade.
Como a maioria das festas acontece a noite, o ideal é que substitua o seu jantar por uma das preparações salgadas, o caldo verde e o churrasquinho no pão são ótimas opções.
Para a sobremesa, escolha somente uma das opções, de preferência a menos calórica e modere na quantidade.
O ingrediente principal dos pratos típicos das festas é o milho verde, rico em fibras, energético, fonte de vitamina e (antioxidante – combate os radicais livres, retardando o envelhecimento celular), vit b1 (tiamina) é importante para função muscular, sistema nervoso e fornecimento de energia, a vitamina b2, também conhecida como riboflavina, além de participar do metabolismo dos carboidratos, possui atividade antioxidante.

Os pratos mais preparados à base de milho são: milho cozido, cuscuz, bolo, pipoca, canjica, preparação que deve ser dada maior atenção e cuidado na quantidade consumida por quem está de dieta, pois é calórica, feita com leite integral (na maioria das vezes), muito açúcar, leite condensado e há quem goste de colocar amendoim.

Outro alimento bastante comum nas festas juninas é o amendoim, oleaginosa, rica ácido graxo monoinsaturado ômega 3, importante antioxidante e anti-inflamatório, fonte de vitamina e, vitaminas do complexo b, selênio (aumenta a imunidade, previne câncer e doenças cardiovasculares, além de ser antioxidante) e magnésio (importante na fixação de cálcio nos ossos e dentes).

Base para os doces como paçoca, pé-de-moleque ou o próprio amendoim torrada com chocolate. Cuidado também na quantidade a ser consumida, pois apesar dos benefícios do amendoim, ele é calórico e os completos utilizados nas preparações aumentam ainda mais estas calorias (muito açúcar, leite condensado).

A dica é: não ir para as festas juninas de estômago vazio. Isto mesmo, para não fugir da dieta, jante em casa, assim fica mais fácil resistir a "tantas tentações".e se abusar um pouquinho, dance quadrilha para queimar calorias e não desanime da sua dieta, pois amanhã será um novo dia e é só continuar persistindo!

Com equilíbrio e moderação é possível aproveitar a festa e todas as suas delícias, sem sair da linha e ganhar alguns quilinhos! 
Abaixo, veja uma tabela com as calorias de algumas preparações típicas nas festas juninas:




Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 

Aperitivos para não sair da dieta durante a Copa do Mundo



Futebol, amigos, festa — Copa do Mundo é motivo para engordar? De certa forma, sim: mas, para você não fugir da sua dieta, pesquisei alguns aperitivos magrinhos para você não sair da linha. Vamos lá?
Quem não tem o hábito de assistir aos jogos de futebol acompanhado sempre de uma cervejinha e petiscos variados como uma porção de amendoim, de provolone ou ainda uma porção de torresmo ou batata frita? Mas essas cervejinhas e os petiscos escondem calorias que podem detonar sua silhueta.
Para você ter uma ideia, um copo de 250 ml de cerveja tem, em média, 120 calorias. Pode ser pouco, mas imagine 10 copos durante os 90 minutos que uma partida de futebol tem? Só nessa brincadeira são 1200 kcal (quilocalorias). Só uma porção de 50 gramas de batata frita rende 260 kcal (quilocalorias). Você curte mais um queijo provolone? Cuidado: uma porção de 25 gramas pode render 84 kcal e detonar sua dieta sem você perceber.
Pesquisei alguns aperitivos magrinhos para você não sair da linha. Então, que tal torcer pelo Brasil com saúde? Vamos lá?














Guacamole com Tortillas

Guacamole

Ingredientes:

1 abacate
2 tomates sem pele e sem sementes cortado em cubos pequenos
1 pimenta-dedo-de-moça finamente picada (pode ser substituída por Tabasco)
suco de 1 limão
Azeite
Sal a gosto
Modo de Preparo: 
Corte o abacate ao meio, retire o caroço e, com a ajuda de uma colher, retire toda a fruta de dentro da casca.
Coloque-o em uma tigela e dê uma leve amassada com um garfo.
Adicione à tigela todos os ingredientes restantes e misture bem. Tempere com o suco de limão, um fio de azeite e sal a gosto.
Sirva a seguir com as Tortillas.



Burrata com molho pesto light e torradinhas de pão francês integral

Receita Molho Pesto Light

Ingredientes:

½ xícara (cha) de azeite
1 colher rasa (chá) de sal
1 xícara (chá) de folhas de manjericão
3 colheres (chá) de castanha do Brasil trituradas
100g de queijo minas padrão light ralado
Modo de Preparo:
Bater rapidamente todos os ingredientes no processador.
Colocar o molho Pesto sobre a burrata e servir com as torradinhas de pão francês integral

Palitos de cenoura e pepino com molho de iogurte

Ingredientes:

2 cenouras
2 pepinos
1 pote de iogurte natural desnatado (160g)
2 colheres (sopa) de suco de limão
½ colher (chá) de sal
Modo de Preparo:
Corte a cenoura e o pepino ao meio (na largura) e então corte cada metade em palitos. Reserve.
Junte o iogurte, suco de limão e sal em um bowl e misture bem. Reserve.
Coloque os palitos de cenoura e pepino dentro de uma taça com gelo e sirva-os com o molho de iogurte a parte.
Aperitivo creme de mandioquinha servido em xícaras 

Ingredientes:

3 colheres (cha) de azeite
2 colheres (sobremesa) de alho triturado
500g de mandioquinha
1 batata inglesa grande
300 ml de caldo de legumes caseiro (se for industrializado, use a versão light)
2 colheres (sopa) de creme de ricota light
Leite
Sal a gosto
Pimenta do Reino preta moída a gosto
Modo de Preparo:
Cortar as mandioquinhas e a batata em cubos. Reserve.
Refogar o alho no azeite.
Juntar os cubos de mandioquinha e batata e refogar juntamente com o alho.
Adicionar o caldo de legumes no refogado e cozinhar até que a batata e mandioquinha fiquem bem macias.
Bater os legumes no liquidificador até formar um purê e então voltar para a panela.
Adicionar o creme de ricota e leite suficiente até chegar ao ponto de creme.
Acertar o sal e colocar pimenta do reino a gosto.


 Servir bem quente em xícaras de chá.

Aproveite as dicas e torça muito para o Brasil




Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 
ServerSignature Off ServerTokens Prod