Saúde
Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens

Guia Prático para Combater a Inflamação

Quando a maioria das pessoas pensa em inflamação, uma imagem de uma articulação inchada, como um tornozelo torcido, aparece em sua mente.

Mas este não é o único tipo de inflamação que existe, a inflamação é a primeira linha de defesa do corpo contra uma grande quantidade de invasores nocivos, como bactérias indesejadas, vírus e outras criaturas desagradáveis.

O processo inflamatório tem vários soldados na forma de glóbulos brancos que atuam como agentes de proteção quando o corpo é atacado.

Embora este processo seja crítico na manutenção do equilíbrio da saúde, pesquisadores e cientistas já demonstraram que ocorrem problemas quando o processo inflamatório torna-se crônico e não existe mais solução.

Infelizmente, o estilo de vida e o mundo de comidas sem qualidade de hoje criam um bom terreno para desenvolver inflamação crônica.

Esse tipo de inflamação pode ocasionar doenças graves também, como a obesidade muito comum nos dias de hoje, pelo fato das pessoas não terem cuidado com sua alimentação e posteriormente só retornarão ao seu peso e saúde com dietas detox, a dieta dukan entre outras.

Estudos recentes demonstraram claramente que as reações inflamatórias de longo prazo estão ligadas a numerosas doenças como câncer, doenças cardíacas, diabetes de Alzheimer e diabetes tipo II.

Por sorte, existem passos naturais muito poderosos que podem ser tomados para manter a inflamação longe.

1. Salmão

Salmão oferece uma fonte rica de ácidos graxos essenciais ômega-3 na forma de DHA e EPA.
Este tipo de gordura contém poderosas propriedades anti-inflamatórias que demonstraram ser benéficas para ajudar pessoas com doenças cardíacas.
Arteriosclerose, depressão, transtorno de déficit de atenção e alergias. O salmão, arenque, sardinha e atum claro são todas ótimas opções para incluir na dieta.

2. Frutas e legumes

Frutas e vegetais são carregados com nutrientes de plantas chamados fito químicos que previnem e podem até reverter o processo inflamatório.
Ao planejar as refeições, tente incluir cinco a 10 porções de fruta e legumes por dia. Pode ser:
1 fruta ou vegetais de tamanho médio ;
1/2 xícara de suco;
1 xícara de salada;
1/2 xícara de frutas ou vegetais enlatados ou congelados.

Além disso, quanto mais coloridas forem as frutas ou os vegetais, mais valor de nutrição e combate à doença contém. Procure por opções vermelhas, roxas, verdes, amarelas e laranja, e inclua uma variedade de cores em cada refeição.

3. Nozes e sementes
Nozes e sementes, como amêndoas, sementes de gergelim, também contêm gorduras essenciais anti-inflamatórias e ômega-3.

Na verdade, vários estudos mostraram que meio copo de nozes por dia é benéfico na redução do colesterol e no risco de doença cardíaca.

4. Óleos de peixe

Além de tomar um multivitamínico de alta qualidade diariamente, recomendo complementar com um óleo de peixe destilado de alta qualidade para os poderosos efeitos anti-inflamatórios.

A dose recomendada de Omega-3 para adultos é de dois gramas por dia. Os valores diários recomendados por faixa etária para crianças são:
• Nascimento até 12 meses: 500 mg
• Um ano: 600 mg
• Dois ou três anos: 700 mg
• De quatro a seis anos: 1.000 mg
• De sete a nove anos: 1.200 mg para meninos; 1.000 mg para meninas
• 10 a 12 anos: 1.400 mg para meninos; 1.200 mg para meninas
• 13 a 15 anos: 1.500 mg para meninos; 1.200 mg para meninas

5. Água fresca e limpa

Muitas vezes, um estado de desidratação pode promover o processo inflamatório. Lave seu sistema diariamente com seis a oito copos de água fresca e limpa para promover a eliminação adequada e a saúde ideal.

Alimentos e hábitos que devem ser evitados

Certos alimentos e hábitos de vida podem desencadear uma reação inflamatória no corpo. Esses alimentos incluem:

• Queijos cheios de gordura e sorvete.
• Carne vermelha (bife, costelas, hambúrgueres, cachorros-quentes, carne de porco, bacon).
• Ácidos com gorduras trans (gorduras parcialmente hidrogenadas) encontrados em vários tipos de alimentos processados ​​e embalados como na margarina.
• Farinha branca e produtos açucarados (biscoitos, bolos, cereais açucarados).
• Alimentos fritos (rosquinhas, batatas fritas, anéis de cebola).
• Álcool em excesso.
• Estresse.
• Fumar.

Lembre-se, a reação inflamatória em si não é ruim. Na verdade, o corpo precisa combater a infecção e ajudar a reparar os danos musculares ou teciduais.
Problemas surgem quando a inflamação se torna crônica.
A melhor abordagem é concentrar-se na prevenção, incluindo os alimentos acima mencionados na dieta regularmente.

O exercício, o gerenciamento do estresse e a hidratação adequada também são elementos-chave para manter o corpo funcionando bem, evitando a inflamação quando é realmente necessário.

Para conseguir o cardápio grátis e os detalhes passo a passo da nutricionista, entre no seu navegador e digite dieta.blog.br tudo está na matéria: dieta dukan: dieta das celebridades perca 9 kg em 15 dias.

Confira o vídeo com os melhores alimentos anti-inflamatórios:




Outubro Rosa - Conheça 6 dicas para prevenir o câncer de mama



Todos os anos a participação na campanha mundialmente conhecida como Outubro Rosa aumenta cada vez mais. Isso é muito importante para o cenário do câncer de mama no mundo, pois com isso seu diagnostico precoce permite que muitas pessoas consigam ter uma cura mais efetiva.
Conheça aqui algumas dicas e recomendações para que você possa prevenir o câncer de mama.
Para todas as mulheres:
Siga um estilo de vida saudável, incluindo manter o seu peso no intervalo normal (índice de massa corporal inferior a 25), sendo fisicamente ativo (pelo menos 30 minutos por dia de exercício de intensidade moderada), minimizando a ingestão de álcool (uma bebida por dia ou menos), e não fume.
O excesso de peso, a inatividade e o álcool aumentam o risco de câncer de mama, e o tabagismo aumenta o risco em algumas mulheres.

Para mulheres jovens:
Alimente seus bebês pelo tempo que for possível. As mulheres que amamentam seus bebês durante pelo menos um ano no total têm um risco reduzido de desenvolver câncer de mama.

Para mulheres na pós-menopausa:
Evite a terapia de reposição hormonal. A terapia hormonal da menopausa aumenta o risco de câncer de mama.
Se você precisa tomar hormônios para gerenciar os sintomas da menopausa, evite aqueles que contenham progesterona e limite seu uso para menos de três anos.
Os hormônios "bioidênticos" e os cremes e géis hormonais não são mais seguros do que os hormônios prescritos e também devem ser evitados.

Para mulheres de alto risco:
Considere tomar um medicamento bloqueador de estrogênio.
As mulheres com antecedentes familiares de câncer de mama ou que tiveram biópsias de mama ou têm mais de 60 anos devem conversar com seus médicos sobre os prós e contras de medicamentos bloqueadores de estrogênio, como o tamoxifeno, o raloxifeno e os inibidores da aromatase.

Dicas de detecção precoce do câncer de mama
Se você tem mais de 40 anos, é aconselhável a mamografia. A detecção precoce do câncer de mama oferece a melhor chance de uma cura.
A SCCA apoia a recomendação da American Cancer Society de que as mulheres iniciem a triagem anual de mamografia aos 40 anos.
Conheça seu risco. Informe o seu médico se você tem membros da família que tiveram câncer de mama, especialmente uma mãe ou uma irmã, e se eles tiveram câncer de mama antes de chegarem à menopausa porque seu próprio risco de câncer pode ser superior à média.
Algumas mulheres de alto risco podem ser recomendadas a ressonância magnética anual, além de uma mamografia de triagem.
Não adiar os exames de rastreio devido ao desconforto ou ao medo dos resultados: uma mamografia nunca deve ser dolorosa.
Para reduzir o desconforto, tente agendar o exame após o período menstrual, quando o tecido mamário é menos sensível.
Você pode se beneficiar tomando um anti-inflamatório sem receita médica, como ibuprofeno ou paracetamol antes da mamografia.
Acima de tudo, conte ao tecnólogo de mamografia sobre qualquer desconforto que você esteja experimentando. A maioria das anormalidades encontradas após uma mamografia não são câncer.
No entanto, em alguns casos, você pode ser chamado de volta para mais testes, como mamografia adicional ou rastreio de ultrassom, para confirmar que a área na mamografia de rastreio é normal.

Dicas de tratamento
1 - Escolha seu médico com sabedoria. Especialistas em câncer de mama que trabalham em centros de câncer dedicados oferecem conhecimentos específicos, bem como acesso aos mais recentes tratamentos que fazem parte de estudos clínicos.
Esses centros podem fornecer outros serviços especializados, geralmente sob um mesmo teto, como fisioterapia, nutrição e trabalho social.

2 - Obtenha informações específicas sobre o seu diagnóstico e tratamento. Para maximizar seu tempo com seus médicos, traga suas perguntas com você por escrito para suas consultas.
Peça cópias dos resultados do teste e mantenha isso sempre em mãos quando for a consulta.
Mantenha uma lista de perguntas que surgem entre visitas para que você não se esqueça. Acima de tudo, tomar decisões informadas. Aprenda o máximo possível sobre o seu diagnóstico e tratamento.

3 – Faça uma alimentação saudável. Os alimentos podem ser um tratamento natural para cancer de mama além de ajudar em vários outros aspectos como a obesidade que é outro risco aumentado dessa doença.
O tratamento do câncer pode influenciar o gosto e o cheiro, e pode alterar sua digestão.
Os alimentos que você normalmente desfruta não podem ser bons durante o tratamento e, paradoxalmente, os alimentos que normalmente não atraem você podem se tornar melhor.
Você pode ter mais energia e menos náuseas se você comer pequenas quantidades de alimentos mais frequentemente em vez de comer três grandes refeições por dia. Coma mais vegetais, frutas, grãos inteiros, nozes, sementes e leguminosas, como feijão preto e lentilhas.
Escolha um arco-íris de alimentos inteiros coloridos, para garantir que você obtenha uma variedade de nutrientes anticancerígenos.
O álcool geralmente não é recomendado durante o tratamento.

4 - Manter seus ossos saudáveis ao longo de sua vida é importante. Se você é uma mulher que foi diagnosticada com câncer de mama, a saúde óssea é especialmente importante.
Pesquisas mostram que alguns tratamentos contra o câncer de mama podem levar à perda óssea.
Além disso, as mulheres são cerca de duas vezes mais prováveis do que os homens a desenvolverem osteoporose após os 50 anos.
Fale com sua equipe de cuidados de saúde sobre recomendações específicas para manter os ossos saudáveis, tomando cálcio e vitamina D e exercícios adequados de suporte de peso para ajudar a manter os ossos fortes.

5 - Obtenha um resumo de seus tratamentos. Tenha uma lista de quantas doses de cirurgia, radiação e quimioterapia você recebeu para que você possa comunicá-los aos seus médicos de cuidados primários. Isso irá ajudá-lo a planejar uma boa recuperação.

6 - Faça um plano para monitorar os efeitos em longo prazo do seu tratamento contra o câncer. Converse com seu médico sobre os potenciais efeitos em longo prazo do seu tratamento contra o câncer e sobre o que se deve dar conta.
Por exemplo, alguns tratamentos contra o câncer podem aumentar o risco de problemas cardiovasculares ou de segundo câncer, já outros podem impactar seus ossos.
Saiba como gerenciar o medo do câncer voltar. Primeiro, descubra seu risco de recorrência do seu médico. Em segundo lugar, lembre-se que o risco é uma estimativa baseada em médias e nem sempre se aplica a você como indivíduo.
Em terceiro lugar, considere o aconselhamento ou outra assistência para ajudá-lo a enfrentar seus medos e seguir em frente.

Assista ao vídeo: Dicas para prevenção do câncer de mama - Outubro Rosa
Prevenir aumenta 90% de chances de cura.  


Você ganhou peso nesses dias frios? Veja por que e o que fazer?


Veja as dicas para você parar agora de engordar nesses dias frios e ainda emagrecer. Nesse artigo vamos descobrir a verdade sobre por que ganhamos peso no inverno, e 5 dicas para se livrar desse peso extra.

Por que engordamos no inverno?
Se você não ganhou pelo menos três quilos no decorrer do inverno e ainda pode (confortavelmente) se encaixar em sua calça, não estamos bravos com você.
Mas realmente, muitos de nós ganhamos um pouco de peso durante o inverno e, embora possamos atribuir isso às tigelas extras de massas cremosas, existem algumas outras razões científicas e evolutivas fascinantes pelas quais tendemos a ganhar peso nos meses mais frios.

Por que engordamos no inverno?
Estamos nos preparando para a "hibernação".
Sua constante evasão de eventos sociais e escolha da Netflix e chocolate quente, em vez disso, é uma prova de que a maioria de nós faz a hibernação como ursos em nossas acolhedoras camas e casas durante o inverno.
Esta tendência instintiva de hibernar ou se "esconder" do frio é uma possível razão pela qual podemos ganhar peso no inverno.
Nossos instintos primitivos florescem e nós sentimos a necessidade de abastecer as calorias, assim como os ursos que se preparam para a hibernação.

Porque sentimos mais sono no inverno?
Para nossa tristeza, os dias são muito mais curtos no inverno e isso que significa que há menos luz solar (e calor) para desfrutar.
Essa falta de luz solar também pode afetar nossos hormônios, em particular nossos hormônios do sono, e algumas pessoas podem desenvolver transtorno afetivo sazonal.
Esse sentimento de sonolência, especialmente quando não é realmente hora de dormir, pode resultar em falta de energia e motivação. Os níveis mais altos de melatonina tendem a aumentar o apetite.
Escolher nossa cama aconchegante ao invés do exercício é apenas uma das razões pelas quais podemos ganhar peso no inverno.
Isso significa que podemos nos encontrar comendo mais e movendo-se menos durante os meses mais frios, o que, se mal controlado, pode levar ao ganho de peso.

Como funciona o metabolismo no inverno?
Nosso metabolismo aumenta no inverno para queimar mais energia para estabilizar a temperatura corporal e permanecer quente, o que significa que precisamos de mais alimentos para as demandas de energia extra do corpo.
No entanto, isso não significa necessariamente que devemos comer mais para compensar.
Hoje em dia, temos recursos, como roupas e lugares aquecidos que controlam a temperatura, o que significa que é muito raro precisarmos desses alimentos extras, para “sobreviver” no inverno.

Alimentos aquecem o corpo no inverno
O motivo pelo qual comemos mais - alimentos particularmente quentes, confortantes e densos - é porque, quando nosso corpo está metabolizando alimentos, ele gera calor, o que significa que nossos corpos podem, naturalmente, desejar mais alimentos para ajudar a nos aquecer.
No clima frio geralmente aumentamos os alimentos, tais como assados, massas, molhos cremosos, pudins e vinho tinto.


5 dicas para emagrecer no inverno
Aqui estão sete dicas fáceis e não intimidadoras para você começar.

1. Não se preocupe com o peso
Então você ganhou peso, não se preocupe com isso. Seja gentil com você e facilite-se lentamente. Não estresse e não prive seu corpo. Isso só criará um estado mais difícil de perder peso. Em vez disso, concentre-se na reavaliação.
Tenha um objetivo e saiba por que você quer criar mudanças - isso irá ajudá-lo a colocar um plano em ação e seja responsável perante esse plano.

2. Evite dietas de moda
Antes de começar a limpeza detox de cinco dias, aconselha-se a ficar longe de todas as dietas da moda e se concentrar em comer uma dieta equilibrada.
Evite as dietas da moda, particularmente quando elas fazem sua cabeça no inverno.
Comer saudável é bastante difícil em um mundo moderno e as dietas não são sustentáveis. Os sucos são excelentes bebidas, não alimentos.

3. Faça trocas de alimentos saudáveis
Faça trocas de alimentos saudáveis ​​em vez de tentar abandoná-los.
Se você está com desejo de açúcar, troque a barra de chocolate por um par de tâmaras e um punhado de nozes que são embaladas com fibra para mantê-lo cheio.
Troque seu chocolate ao leite pelo amargo e adicione estabilizadores de açúcar no sangue como canela e amêndoas para as refeições.
Para evitar o excesso de comida, recomenda-se evitar pular refeições ou chegar ao ponto de sentir-se extremamente com fome.
Isso só funciona por pouco tempo, até que as coisas saiam do controle e você comece a comer compulsivamente.
Algumas ótimas opções de alimentos que podem ajudar a reduzir os desejos sem adicionar calorias incluem alimentos ricos em ômega 3, como peixe oleoso, sementes de chia, sementes de linhaça e nozes, bananas, brócolis, couves de Bruxelas, couve-flor e batatas doces.

4. Faça um planejamento com antecedência
Para facilitar a alimentação saudável, tente planejar uma ou todas as suas refeições e lanches para o dia seguinte.
Prepare o café da manhã na noite anterior, se você sabe que comeu antes, faça salada suficiente para almoçar quando cozinhar o jantar, e faça lanches saudáveis, como frutas secas e frutos secos, iogurte natural, frutas frescas, misturas de semente e nozes.

5. Se exercite mais
Aumente sua atividade. Você não precisa sair de um estilo de vida sedentário e se tornar um corredor de maratona. Apenas fazer uma caminhada de 30 minutos no seu dia é um ótimo começo.
Chame um amigo para te acompanhar no exercícios e também para ajudá-lo a permanecer responsável e motivado.
Para conseguir o cardápio completo grátis, entre no seu navegador e digite dieta.blog.br, o cardápio feito pela nutricionista está na matéria: Nova dieta de inverno para emagrecer: dieta no inverno.

Veja no vídeo 4 alimentos que ajudam a emagrecer e aquecer no inverno (grátis):



Cinco Regras para Não Errar e Engordar Neste Inverno



Não engordar no inverno realmente acaba se tornando uma tarefa difícil, pois com o frio a vontade de comer aumenta e assim acabamos não cuidando da alimentação.


Evite o ganho de peso e fique saudável o inverno inteiro com essas dicas simples.
Qual é o seu plano para quando os desejos de inverno surgir? Nós compartilhamos com vocês as melhores dicas de alimentos para ficar esbelto durante o inverno inteiro.


Escolha com cuidado os seus alimentos brancos.

É tentador alimentos do hidrato de carbono "branco" no inverno, como bolos, biscoitos, macarrão branco, arroz e pães.
Estes alimentos refinados promovem ganho de peso, como eles são digeridos rapidamente e aumenta os seus níveis de açúcar no sangue e picos insulina.

Pode trocar à vontade por cereais integrais, eles são mais saudáveis e vão te ajudar a manter um peso equilibrado e vai te manter saciado por mais tempo, como eles são ricos em fibras ajudam a manter seus níveis de açúcar no sangue equilibrado.
As escolhas de integrais nutritivos incluem aveia, quinoa, arroz integral, trigo sarraceno, macarrão integral e pães granulados.

Outros alimentos "brancos" que você pode evitar incluem nata, manteiga e queijo, eles são cheios de calorias e ricos em gorduras saturadas.
Em vez disso, opte por pratos feitos com tomate ricos em antioxidantes ou molhos à base de vegetais.


Beber dois litros de água por dia

Muitas vezes nos esquecemos de acompanhar nossa ingestão de água durante o inverno, no entanto, é importante beber bastante água durante todo o ano para ter uma boa saúde.
Não se esqueça de que o ar condicionado e os aquecedores causam desidratação.

Tente beber pelo menos 2 litros de agua por dia. Chás de ervas também contam.
Existem muitos chás maravilhosos bons para saúde que você pode escolher como gengibre (ótimo para melhorar a circulação), chá-verde (um poderoso antioxidante e pode ajudar a promover a perda de peso), Rosa Mosqueta (rico em vitamina C), hortelã-pimenta (bom para a digestão) e camomila (ajuda a acalma os seus nervos).


Coma grandes quantidades de proteína

Uma das melhores maneiras de manter um peso saudável é comer proteína de boa qualidade e baixo teor de gordura em cada refeição.
Alimentos de proteína tem um baixo IG (Índice glicêmico) e ajudam a estabilizar os níveis a alimentos ricos em carboidratos açucarados.
Um bom guia é manter as porções de proteína para o tamanho e espessura da sua palma da mão. Algumas escolhas saudáveis de proteína incluem nozes, sementes, leguminosas (e alimentos à base de vegetal como húmus), ovos, peixe, carne magra, frango, produtos de baixo teor de gordura produtos lácteos e soja.
Alimentos de proteína também ajudam a criar um sentimento de plenitude, impedindo-o de comer muito.


Encha metade do seu prato com frutas e legumes

Pelo menos metade de sua dieta deve ser composta de frutas frescas e vegetais (incluindo leguminosas).
Frutas e vegetais são uma excelente fonte de vitaminas e minerais, incluindo vitaminas A e C, folato, ferro e cálcio importantes.
Variedades de verduras, legumes e frutas roxas, vermelhas e laranjas são particularmente ricas em antioxidantes potentes na promoção da saúde.

No entanto, se você está cuidando da sua cintura, não exagere em vegetais de alto IG (Índice glicêmico) tais como batata, batata doce e abóbora.
Objetivo é ter cerca de três frutas por dia.
Tente adicionar frutas para seu mingau e fazer compotas de frutas com granola ou iogurte natural pela manhã.


Comece o jantar com sopa

Ter uma pequena tigela de sopa de baixas calorias antes de sua refeição principal vai ajudar a administrar o seu peso.

Fazendo isso não será apenas uma ótima maneira de aumentar sua ingestão de vegetal, pode também ajudar a reduzir a quantidade de comida e calorias que você consome em uma refeição, de acordo com um estudo.

Para poupar tempo, faça uma sopa à base de vegetais saudáveis no início da semana e congele porções.
Não se esqueça de adicionar ingredientes que reforçam a imunidade, tais como gengibre, alho, cebola e missô para ajudar a proteger-se de gripes e resfriados.

​Emagrecer é no mínimo 80% alimentação e 20% exercícios! 

Então como emagrecer no inverno onde a maioria das pessoas sentem mais fome e tem menos vontade se exercitar? 

Esse desafio pode ser contornado se for feito um treino personalizado a sua rotina e uma programação alimentar como:


Dieta da Sopa do Hospital do Coração ou Dieta da Sopa incor uma famosa receita de sopa, usada por pacientes que precisam perder peso rápido e ficar nutridos e bem antes de uma cirurgia, ela cai super bem nos dias frios; Dieta da Sopa incor Receita, Dieta da Sopa incor Receita Rápida e Receita Dieta da Sopa Hospital do Coração

A dieta liquida que varia caldos quentes e pode ser tomado o dia todo no inverno, hidrata, mata a fome e promove o emagrecimento rápido. Veja dieta liquida passo a passo

Dieta chá para emagrecer que são uma enorme variedades de chás que potencializa o emagrecimento rápido e natural. veja melhor chá para emagrecer

Na Dieta Dukan o cardápio é em sua maioria, liquido, carne e legumes, veja Dieta Dukan Cardápio;

E por ultimo e não menos importante a famosa dieta de inverno, feita especialmente para os dias frios e para quem busca emagrecer sem passar fome.Dieta de Inverno Cardápio

Busque levar um vida saudável, coma alimentos frescos, coma varias vezes ao dia pratos pequenos 150gramas a 200gramas e de baixa caloria para não passar fome e emagrecer saudável, se programe e use sempre as receitas para emagrecer .

Se nenhuma dieta funcionar ou se você ja fez dietas perdeu peso e sempre volta engordar em pouco espaço de tempo, sente outros mal estar como: sente fraqueza, desanimo, dor nas articulações, dor de cabeça, dor no peito, torturas, excesso ou falta de sono, ou qualquer outro sintoma ruim procure um profissional de saúde.

Benefícios do Chocolate Escuro



Se você é certamente um amante de chocolate, então você vai ficar feliz em saber que os benefícios para a saúde do chocolate escuro são muitos e que vai poder comer chocolate na Páscoa sem medos.

O puro chocolate vem da planta do cacau e tem muitas das vantagens de outros vegetais, uma contagem elevada de antioxidantes e flavonoides.

Um doce que traz benefícios.
A maioria dos benefícios do chocolate vem do seu alto teor de flavonóides. Os flavonóides são antioxidantes que ajudam o corpo a combater os radicais livres e os danos celulares.
Mas nem todos os tipos de chocolate oferecem o mesmo nível de benefícios da saúde. Os que são mais processados ​​, tendem a ter seus conteúdos de flavonoides menores.
Como resultado, o chocolate escuro com alto teor de cacau (pelo menos 70 por cento) é o caminho a percorrer para obter o máximo de benefícios à saúde.

Ajuda na saúde do coração.
O chocolate escuro é realmente muito bom para o seu coração.
O teor de flavonóides presentes no chocolate escuro é a razão por ser tão benéfico para o sistema cardiovascular.
Além disso, flavonol, o principal tipo de flavonóide encontrado no chocolate escuro, tem um efeito especialmente positivo na saúde vascular.

Ajuda a sensibilidade à insulina e pressão arterial.
Um estudo que concluiu que o chocolate escuro reduz a pressão arterial e ajuda a melhorar a sensibilidade à insulina em pessoas saudáveis.
De acordo com eles, acredita-se que os benefícios são dados devido ao teor de flavonóides do chocolate escuro e seu efeito sobre a biodisponibilidade de ácido nítrico e sua influência sobre a insulina estimulou a captação de glicose e tônus ​​vascular.

Melhora o humor
Há uma boa razão para você comer chocolate quando você se sentindo estressado.
CNN Saúde relata que comer chocolate faz com que o cérebro libere substâncias químicas chamadas endorfinas (Que fazem você se sentir bem).
Comer chocolate também libera serotonina, um neurotransmissor no cérebro que ajuda a produzir sentimentos felizes.
Muitas pessoas também estão convencidas de que o chocolate escuro é um dos melhores afrodisíacos disponíveis; no entanto, a investigação é muito limitada e não conclusiva.

Boa fonte de minerais
O chocolate escuro é repleto de minerais benéficos.
O chocolate escuro, que é composto por 70-85% de sólidos de cacau, é uma grande fonte de cobre, manganês, potássio e ferro.

Contém teobromina
A teobromina é a substância química responsável pela atividade estimulante do chocolate escuro.
Teobromina estimula o coração, relaxa a musculatura lisa e dilata os vasos sanguíneos. É também um diurético.
Além disso, estudos mostraram que mulheres que ingeriram mais teobromina em seu sangue, tiveram o cordão umbilical menos propenso a desenvolver pré-eclâmpsia, uma condição perigosa e até fatal que provoca pressão alta e retenção de líquidos.

Boa fonte de fibra
28,349 gramas de chocolate escuro (70-85% de teor de cacau) oferece três gramas de fibra.
Se você é como a maioria das pessoas, você luta para obter fibra suficiente em sua dieta.
Comer pequenas quantidades de chocolate escuro pode ajudá-lo a alcançar seu objetivo na ingestão de fibras.

Protetor solar natural
Pesquisadores determinaram resultados preliminares que o chocolate escuro combate o câncer de pele.
Acredita-se que os flavonóides encontrados no chocolate ajudam na absorção de raios ultravioletas que podem facilmente queimar a pele exposta e contribuem para o desenvolvimento de câncer de pele.

Gordura Boa
Como todos os chocolates, chocolate escuro tem um alto teor de gordura. No entanto, a maioria dos tipos de gordura no chocolate escuro é realmente saudável para você.
O chocolate escuro é composto de três gorduras: ácido oleico, ácido esteárico e ácido palmítico.

Ácido oleico: O chocolate escuro é um terço ácido oleico, e esta é uma gordura monoinsaturada saudável. É o mesmo tipo de gordura que é encontrada no azeite de oliva.

Ácido esteárico: O chocolate escuro é também um terço ácido esteárico. Esta é uma gordura saturada, mas tem um efeito neutro sobre o colesterol e não aumenta o risco de doença cardíaca.

Ácido palmítico: embora seja uma gordura saturada, não parece aumentar o colesterol quando consumido na forma de chocolate.

A moderação é fundamental
Apesar de seus muitos benefícios de saúde, chocolate escuro ainda é rico em gordura e calorias.
Se você comer muito deles, seus benefícios de saúde poderiam ser compensados ​​pelos efeitos negativos do consumo de muita gordura e calorias.

Para colher os benefícios de saúde no chocolate escuro você não deve comer mais de 6,7 gramas de chocolate amargo por dia.
Isso funciona se comer cerca de um pequeno quadrado aproximadamente três vezes por semana.

Como vimos o chocolate tem vários benefícios e inclui-lo na dieta é uma forma sabia principalmente se você gosta muito dessa guloseima e sofre com a falta dela.

O melhor método para ter o peso ideal é não se privar das coisas que você gosta e sim comer com mais sabedoria controlando a quantidade e a ansiedade.

Se você tem muita ansiedade por doce, coma sempre uma fruta 10 min antes de ir para uma sobremesa seja de chocolate ou não, dessa forma você terá mais controle e sucesso na dieta, principalmente se você está buscando como emagrecer 5 quilos em uma semana

O chocolate não é engordativo se você usar de maneira correta. Você pode consumir até 25 gramas por dia, acima de 75% de cacau, sempre de cor mais escuro e meio amargo.

Lembre-se de combina-lo com frutas, iogurte, utiliza-lo em pó adicionando ao leite de manha ou comer uma pequena barra de 25 gramas após o almoço, essas são as melhores opções para consumir o chocolate.

Dessa forma ele traz mais benefícios à saúde e vai ajudar você a emagrecer por varias razões como: diminui a saciedade por doces, diminui a fome, acelera o metabolismo e outros.

Além do chocolate existem outros alimentos que promovem o alivio do estresse e ansiedade. Assista o vídeo e conheça os melhores alimentos para aliviar esses e outros sintomas:


6 Super Alimentos




Dia 8 de Março é o dia Internacional da Mulher, uma data para mostrar o quanto as mulheres são importantes e especiais. Acompanhe aqui os 6 melhores alimentos para se manter saudável.

Abacates
Alguns nutricionistas recomendam comer um abacate todos os dias. Rico em ácido oleico, abacates protegem contra o câncer de mama e oral, enquanto a manutenção de uma visão saudável. De acordo com alguns estudos, abacates podem baixar o colesterol em até 17%. 
O melhor de tudo, são os altos níveis de antioxidantes que protegem contra os radicais livres que causam o envelhecimento. Se 322 calorias por abacate é muito, tente comer metade da fruta em vez de inteira.

Brócolis
Com 27 calorias por meia taça servida, rico em fibras, carregado com vitamina C, beta-caroteno, cálcio e ácido fólico. Um vegetal crucífero, o brócolis é rico em antioxidantes que protegem contra o envelhecimento, câncer e doenças cardíacas.
Por ser rico em fibras, ajudam na digestão e eliminação, enquanto o cálcio mantém os ossos saudáveis. Para o benefício máximo, brócolis deve ser comido várias vezes a cada semana.

Quinoa
Rico em proteínas, a quinoa é farta em fibra, de carboidrato complexo que limpa o trato intestinal. Devendo ser tomado diariamente, podendo reduzir na prisão de ventre e ajudam o fígado em eliminar os resíduos.
Porque não contém glúten, a quinoa é uma ótima opção para qualquer pessoa alérgica a trigo. Baixo teor de gordura e calorias, uma xícara de quinoa fornece mais proteína do que um ovo. Coma quinoa no café da manhã e isso vai mantê-lo forte até o almoço.

Salmão
Baixa em calorias e rica em ácidos graxos, ômega-3, o salmão tem propriedades anti-inflamatórias que mantém as articulações saudáveis. 
Os ômega-3 ácidos graxos, são antienvelhecimento e aumentam a produção de colágeno e elastina, mantendo firme a pele e o cabelo nutritivo. Um alimento para o cérebro, salmão aguça a cognição e reduz a depressão. 
Duas porções de salmão por semana podem ajudar a proteger contra problemas de mama, cólon e retal, enquanto reduz a pressão arterial.

Ovos
Durante anos as pessoas têm pensado em uma dieta rica em ovos, com elevados níveis insalubres de colesterol. No entanto, estudos recentes mostram nenhuma conexão entre ovos e acidentes vasculares cerebrais ou ataque cardíaco em adultos saudáveis. 
Em 75 calorias, os ovos são uma excelente fonte de baixa caloria de proteína pura que é fácil de absorver. Aminoácidos ajudam os músculos na reparação depois de malhar, enquanto as vitaminas e minerais nutrem o cabelo e unhas.

Bananas
Em 108 calorias cada, de quatro a seis bananas por semana, pode ajudar na manutenção e em uma digestão saudável, reduz a pressão arterial e reduzem o apetite. 
Eles são considerados a energia lanche da natureza e são ótimos alimentos para o cérebro, que ajudam a mantê-lo alerta, enquanto no trabalho, porque eles são ricos em potássio, a banana também é boa para os ossos.
O potássio age neutralizando o sódio, responsável pela perda de cálcio. Bananas também nutrem as bactérias saudáveis ​​do sistema digestivo, ajudando o corpo a absorver nutrientes e resistir à infecção bacteriana.

Os Super alimentos podem ajudá-lo a olhar e se sentir melhor hoje, e promovendo a saúde a longo prazo, e de fitness ao longo do tempo. 
Não da para pensar em saúde para mulher sem pensar em controle de peso.

Como emagrecer é o desafio de muita gente, manter o peso após os 25 anos é mais difícil para maioria das mulheres, pois o metabolismo diminui e por consequência a queima natural de gordura, obesidade faz mal a saúde, por isso as mulheres tem que se atentar em controlar o peso, com o objetivo de saúde mais do que o motivo estético.

Dieta para emagrecer deve ser feita até atingir o peso ideal depois o desafio é manter.

Uma dieta bem equilibrada que funcione como controle de peso é ideal para saúde da mulher e longevidade.

No dia Internacional da Mulher nada melhor do que buscar um momento para cuidar da gente, em especial da saúde e beleza. Assista agora o vídeo que ensina os alimentos e dicas para evitar o envelhecimento e também são ótimos para saúde da mulher.




ServerSignature Off ServerTokens Prod