Saúde
Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens

Acerola e Rosa Silvestre reforçam sistema imunológico no inverno


Ricos em ácido ascórbico, ou vitamina C, os frutos da acerola e da rosa silvestre ajudam a reforçar o sistema imunológico. A acerola pode ter cerca de 40 a 80 vezes mais vitamina C em comparação ao limão e a laranja. Por isso, seu extrato é um bom aliado para fortalecer o organismo contra as gripes e resfriados nos dias mais frios. Seu reforço na dieta é particularmente importante para indivíduos susceptíveis a essas infecções, como idosos, fumantes e atletas.

O nutriente também tem propriedades antioxidantes que neutralizam a ação dos radicais livres, mantendo a integridade das fibras de colágeno e protegendo a pele de danos causados pelo sol, como o fotoenvelhecimento – que resulta em manchas, rugas e desidratação, além de auxiliar na absorção do ferro e na produção da própria fibra colágena.

Outro benefício do suplemento com vitamina C é evitar o estresse oxidativo em praticantes de exercícios físicos, já que melhora a defesa antioxidante do organismo. A associação desse nutriente com os compostos flavonoides (substâncias funcionais que combatem os radicais livres) presentes na acerola e nos frutos da rosa silvestre, potencializa esse efeito protetor.  Dos compostos flavonoides, a acerola contribui, principalmente, com o fornecimento de antocianinas, enquanto o fruto da Rosa Silvestre é rico em proantocianidinas.



Naturalis Nutrição & Farma Ltda.


Alimentos perigosos para bebês


Não existe consenso em relação à contraindicação de alimentos. A própria Sociedade Brasileira de Pediatria reviu algumas recomendações recentemente, antecipando a liberação de alguns deles, como ovos e peixes, depois de analisar vários estudos e chegar à conclusão de que a demora na introdução não diminuía os riscos de alergia. Conheça alguns alimentos que merecem atenção. A ideia não é radicalizar nem banir os itens dessa lista de vez das refeições. É para você olhá-los com um cuidado ainda maior. Confira:  

Leite de vaca

Ele não deve ser oferecido para o bebê antes do primeiro aniversário porque é difícil ser digerido e pode causar constipação intestinal, anemia e intolerâncias alimentares.

Mel

Outro alimento que só deve entrar no cardápio depois de 1 ano de vida. O mel pode esconder um tipo de toxina capaz de desenvolver uma forma de botulismo em crianças de poucos meses. Nessa idade, a flora intestinal ainda está em desenvolvimento e não consegue barrar a ação dessa bactéria.

Ovo

Segundo as novas recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria, o ovo pode ser introduzido a partir do sexto mês. Antes, ele só entrava em cena no nono mês (a clara apenas depois de 15 meses). Converse com o seu pediatra para juntos combinarem como agir.

Frutos do mar

Eles são recomendados somente após o primeiro ano de vida por disparar reações alérgicas.

Morangos

É uma delícia, mas espere seu bebê completar 2 anos para apresentá-los por causa do uso excessivo de agrotóxicos nessa fruta.

Peixe

A Sociedade Brasileira de Pediatria também liberou o consumo de peixes a partir do sexto mês. Converse com o seu pediatra e, quando oferecer, não se esqueça de retirar toda a espinha.

Amendoim e nozes

Eles tradicionalmente causam muita alergia, por isso aguarde até 1 ano e meio para oferecê-los. Ou mais, caso haja o histórico familiar de problemas com algum desses alimentos.


Bolachas e salgadinhos 

Alimentos industrializados ricos em gordura, açúcar e sal trazem sérios riscos para as crianças, que podem sofrer com obesidade, hipertensão, colesterol ou triglicédides. Mais uma vez, a solução é não cometer exageros. Deixe a bolacha e o salgadinho para o fim de semana. 

Azeitonas e caroços 

Se você tem crianças em casa, prefira comprar azeitonas sem caroço. A possibilidade de elas morderem com força demais a azeitona e quebrarem ou lascarem um dente danificado existe sim. Isso sem falar no risco de engasgar. No caso de frutas com caroço, como a ameixa, é preferível servi-las já cortadas. Para as crianças que já comem bem sozinhas, uma boa recomendação para tomar cuidado deve ser o suficiente.


Balas
Balas são uma verdadeira paixão entre as crianças. São coloridas, docinhas, e têm um monte de sabores deliciosos. Mas é bom ficar de olho nos pequenos para ter certeza de que não estão indo com muita vontade ao pote. Por serem feitas de açúcar, elas podem provocar cáries - principalmente as balas mastigáveis, que costumam grudar nos dentes. Além disso, morder uma bala dura pode até mesmo comprometer a integridade dos dentes - e garantir uma visita especial ao dentista. 



Refrigerantes 

Além dos problemas mais conhecidos, como a obesidade e as cáries dentárias, os refrigerantes também trazem o risco de a criança desenvolver osteoporose quando mais velha. Os fosfatos presentes nas suas fórmulas aumentam a presença de fósforo no organismo, o que impede a absorção de cálcio, substância mais do que importante para a constituição dos ossos. 





Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 

Festas Juninas: Aproveite sem sair da dieta!

Boa tarde meninas dando gancho ao q falei ontem sobre não sair da dieta na copa não podemos esquecer das festas juninas não e mesmo?



As festas juninas eram comemoradas na Europa em gratidão à colheita farta e como pedido de que a próxima também o fosse! Já no brasil, a comemoração é feita em homenagem aos santos aniversariantes, Santo Antônio (13 de junho), São João (24 de junho) e São Pedro (29 de junho).Junto com as homenagens aos santos, vem também as festas juninas e suas guloseimas deliciosas, na maioria das vezes bastante calóricas
A boa notícia é que dá para aproveitar a festa sem descuidar da dieta e da saúde. E se você é daquelas festeiras que não resiste a uma festa, pé de moleque, maçã do amor, cocada, pinhão, vinho quente, quentão, milho verde, canjica, arroz doce, paçoca, pamonha. As opções são inúmeras e fugir dessas tentações é missão quase impossível, então o jeito é não exagerar na quantidade.
Como a maioria das festas acontece a noite, o ideal é que substitua o seu jantar por uma das preparações salgadas, o caldo verde e o churrasquinho no pão são ótimas opções.
Para a sobremesa, escolha somente uma das opções, de preferência a menos calórica e modere na quantidade.
O ingrediente principal dos pratos típicos das festas é o milho verde, rico em fibras, energético, fonte de vitamina e (antioxidante – combate os radicais livres, retardando o envelhecimento celular), vit b1 (tiamina) é importante para função muscular, sistema nervoso e fornecimento de energia, a vitamina b2, também conhecida como riboflavina, além de participar do metabolismo dos carboidratos, possui atividade antioxidante.

Os pratos mais preparados à base de milho são: milho cozido, cuscuz, bolo, pipoca, canjica, preparação que deve ser dada maior atenção e cuidado na quantidade consumida por quem está de dieta, pois é calórica, feita com leite integral (na maioria das vezes), muito açúcar, leite condensado e há quem goste de colocar amendoim.

Outro alimento bastante comum nas festas juninas é o amendoim, oleaginosa, rica ácido graxo monoinsaturado ômega 3, importante antioxidante e anti-inflamatório, fonte de vitamina e, vitaminas do complexo b, selênio (aumenta a imunidade, previne câncer e doenças cardiovasculares, além de ser antioxidante) e magnésio (importante na fixação de cálcio nos ossos e dentes).

Base para os doces como paçoca, pé-de-moleque ou o próprio amendoim torrada com chocolate. Cuidado também na quantidade a ser consumida, pois apesar dos benefícios do amendoim, ele é calórico e os completos utilizados nas preparações aumentam ainda mais estas calorias (muito açúcar, leite condensado).

A dica é: não ir para as festas juninas de estômago vazio. Isto mesmo, para não fugir da dieta, jante em casa, assim fica mais fácil resistir a "tantas tentações".e se abusar um pouquinho, dance quadrilha para queimar calorias e não desanime da sua dieta, pois amanhã será um novo dia e é só continuar persistindo!

Com equilíbrio e moderação é possível aproveitar a festa e todas as suas delícias, sem sair da linha e ganhar alguns quilinhos! 
Abaixo, veja uma tabela com as calorias de algumas preparações típicas nas festas juninas:




Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 

Pouco conhecida, dieta dos signos pode ajudar a ter uma vida mais harmonios


Para os que acreditam, a vibração astral e a posição de cada elemento no espaço sideral podem ter diversas influências. Segundo sites especializados, a astrologia não se restringe ao horóscopo, mas a outras áreas de nossas vidas, como a personalidade, o visual, os hábitos e o estilo de vida de cada um. Muita gente não sabe, por exemplo, que os alimentos também podem fazer parte disso.
A dieta dos signos baseia-se na influência dos astros e pode gerar uma vida mais harmoniosa e saudável. Os alimentos e a forma de consumi-los variam de acordo com cada signo. Veja como ela funciona:
     Áries
Arianos costumam gostar de temperos picantes e comidas salgadas e apimentadas. Como eles têm pressa na vida, gostam de comer rápido e muitas vezes deixam de aproveitar uma boa alimentação por causa da ansiedade. Além da dieta, a dica é controlar a calma, aproveitar cada refeição e mastigar lentamente.
Prefira: proteínas, como carnes brancas e vermelhas, alimentos coloridos, frutas vermelhas, principalmente as ricas em vitamina C e vitamina A, geralmente presente em frutas com polpa amarela e vegetais de folhas verdes.
Evite: doces, principalmente em calda ou compotas, comidas com muito molho ou aditivos químicos, sal e bebidas estimulantes.
     Touro
Pessoas do signo de Touro naturalmente gostam de massas e outra comidas substanciosas. No entanto, todo tipo de excesso deve ser evitado. Por outro lado, eles têm a paciência necessária para seguir dietas, desde que elas não exijam muito trabalho para encontrar os alimentos necessários.
Prefira: frutas, em especial as perfumadas, como goiaba e mexerica. Alimentos ricos em vitaminas A e E, como tomate, pêssego, espinafre, maçã, damasco, ameixa e pepino. Legumes também são boa pedida. Carnes brancas, como frango e peixe, e cereais e alimentos integrais.
Evite: molhos fortes e sobremesas com gordura hidrogenada. Bebidas muito geladas ou muito quentes, pois as pessoas taurinas apresentam sensibilidade na garganta.
     Gêmeos
Geminianos possuem um metabolismo acelerado e por isso costumam ser magros. Assim, gostam de aproveitar petiscos, aperitivos, entradas e tudo que combinar com happy hour. A dica para eles é montar pratos coloridos, com porções menores de comida. Misture carboidratos e proteínas na mesma refeição, como arroz com carne.
Prefira: massas com carnes. Frutas como manga, limão, damasco, tomate e melão. Camomila, nozes, amêndoas, cenouras e castanhas também são ótimas pedidas.
Evite: salgadinhos, chás, café e refrigerante, pois o sistema nervoso do geminiano é muito sensível.
     Câncer
Cancerianos possuem muita tendência a desenvolver obesidade. Por isso, devem ter extremo cuidado com qualquer alimento. Inclua na sua dieta proteínas de origem animal, mesmo que não goste, pelo menos duas vezes por semana. Cancerianos também são ótimos cozinheiros.
Prefira: sucos, especialmente o de abacaxi. Verduras e legumes, como repolho, chicória, alface, cogumelos, agrião, cenoura, abóbora, aipim e aipo. Consuma frutas com bastante água, como melão e pera.
     Leão
Leoninos reparam na aparência do alimento, no ambiente, decoração, em tudo. Por isso, tudo deve estar impecável para que a tranquilidade seja alcançada e ele possa desfrutar de um jantar, café ou alimentação completa. Eles também possuem pré-disposição a problemas cardíacos e, por esse motivo, devem banir do cardápio alimentos com muita gordura.
Prefira: frutas cítricas, como laranja, maracujá, limão e mexerica. Carnes magras e alimentos com bastante ferro, como aqueles com coloração verde-escura. Canela e mel também são bem vindos.
Evite: temperos picantes ou muito doces, além de ovos, carnes gordas e manteiga, que aumentam o colesterol.
     Virgem
Perfeccionistas. Querem o corpo tinindo no verão e no inverno. Gostam de saladas, sucos e chás. Invista em fibras e águas de ameixa para facilitar a digestão. Sempre ou quase sempre estão seguindo dietas ou regime.
Prefira: doces feitos com açúcar mascavo. Frutas, como amora, banana e ameixa. Salada verde e ervas, assim como temperos: manjerona, anis, erva-cidreira e melissa. Legumes cozidos, raízes e tubérculos, como cenoura e batata.
Evite: carne vermelha, principalmente a mal passada. Alimentos transgênicos, como lasanhas industrializadas.
     Libra
Ao contrário dos geminianos, os librianos possuem metabolismo mais lento, o que contribui para a demora na perda de peso. A dica, então, é inserir uma atividade física, seja a dieta ou processo em que se dedicar.
Prefira: alimentos integrais e carnes brancas, como peixe e frango. Frutas, como framboesa, morango, pera, abacate, maçã e pêssego. Torradas e pão sírio. Ervilha, grão-de-bico e feijão. Agrião, rúcula, aipo, brócolis, aspargo, salsão, vagem e alcachofras.
Evite: comidas pesadas e massas, além de cremes e molhos.
     Escorpião
São extremamente intensos e não negam isso. Adoram temperos diferentes e exóticos e não possuem dificuldades para seguir uma dieta ou praticar atividades físicas. Só precisam estar atentos para que as suas emoções não influenciem em sua rotina alimentar.
Prefira: frutas, especialmente kiwi, melão e banana. Legumes, como beterraba, cenoura, abóbora e aipo. Proteínas (carnes brancas e vermelhas). Frutas secas ao menos uma vez por semana.
Evite: comidas apimentadas, fast-food, molhos fortes e bebidas alcoólicas.
     Sagitário
Não vivem sem carne e também apreciam a culinária oriental. Para compensar o excesso, devem investir em atividades físicas, principalmente pelo fato de preservarem a liberdade e o exagero. Também são naturalmente ansiosos, por isso devem investir logo pela manhã em dietas ricas em proteínas.
Prefira: carnes vermelhas e brancas magras. Ovos e sucos de legumes. Frutas, como abacate, mamão papaia, melão e uva.
Evite: embutidos, como patês e presunto. Lacticínios, como leite e queijos. Açúcar em geral.
     Capricórnio
Gostam de seguir linhas naturais, por isso é comum encontrar capricornianos vegetarianos ou veganos. Geralmente são magros ou possuem baixo percentual de gordura corporal. Por serem persistentes, as dietas costumam dar resultados rápidos.
Prefira: arroz integral, frutas secas e cítricas, carnes magras, nozes, ameixas e legumes, como batata, espinafre, repolho, rabanete e beterraba.
Evite: frios e embutidos. Bebidas geladas durante as refeições.
     Aquário
Aquarianos são desligados e comem apenas por sentirem fome. Como não são fãs de cozinha, são adeptos de comidas rápidas, como fast-food e alimentos congelados. Gostam também de misturar comidas com gostos diferentes. Amam sabor agridoce.
Prefira: doces em compotas, chás de camomila, lúpulo ou tília. Gengibre, alfafa, orégano, páprica, calêndula, aspargo, quiabo e rabanete, que são ricos em vitaminas A e B, além de cálcio, magnésio e enxofre.
Evite: comidas gordurosa, aditivos químicos, pimentas e bebidas gasosas.
     Peixes
São temperamentais e influenciados por suas emoções, até mesmo na hora de se alimentar. Piscianos têm tendência à retenção de líquidos, por isso devem evitar consumir alimentos com bastante água.
Prefira: frutos do mar, inclusive ostras. Amêndoas e alcachofras. Alimentos ricos em vitamina C, como vegetais verde-escuros, uva passa, mamão e ameixa seca. Derivados de leite, como queijos e iogurtes.

Evite: alimentos apimentados, líquidos durante as refeições, frutas aquosas e bebidas alcoólicas, exceto o vinho.

Texto por: Valentina Barboza 

Sua pele é o que você come

Beleza não põe mesa, mas está à mesa. A alimentação balanceada, além de fazer bem à saúde, ajuda a tornar as pessoas mais bonitas e atraentes.A cada dia são descobertos novos benefícios em alimentos que transformam a pele, os cabelos e as unhas em fortes aliados da beleza.

A pele é resultado da sua alimentação. Os nutrientes que estão presentes no corpo, vão nutrindo sua pele. Portanto, se a alimentação não é saudável, a pele não terá acesso a esses nutrientes que poderiam deixá-la muito mais bonita.
Para se ter uma pele bonita e hidratada nada melhor do que aproveitar os alimentos considerados mais leves. A alimentação mais saudável para a pele é aquela balanceada, rica em fibras, vegetais crus, frutas, legumes, leite e derivados magros. Além de possuírem importantes vitaminas e minerais que neutralizam radicais livres, esse alimentos contém fibras que melhoram o funcionamento do intestino.
Os alimentos também contribuem na hora do bronzeado., as mulheres que querem uma coloração dourada devem ingerir alimentos como cenoura, mamão papaia, abóbora e brócolis. Esses alimentos têm betacaroteno, que ajudam a prolongar o bronzeado.
Uma dieta saudável e equilibrada fortalece a saúde da pele. Reconhecida a importância da dieta para a beleza da pele, listei abaixo os nutrientes e alimentos que contribuem para a manutenção de uma pele saudável: 

Vitamina A (Retinol/Betacaroteno): Existem dois grupos de substâncias que se enquadram sob a designação de vitamina A. A vitamina A, ou retinol que se encontram nos alimentos de origem animal e a Provitamina A, normalmente denominados como carotenoides, que transformam-se em vitamina A no intestino. Os carotenoides são antioxidantes naturais (previne o envelhecimento por inibir radicais livres, dando elasticidade a pele. A vitamina A além de outras funções atua na restauração da pele ao participar da formação de novos tecidos.

 Fontes de Vitamina A (Betacaroteno): Onde encontrar: Vegetais ricos em betacaroteno (convertido em vitamina A pelo organismo) - Legumes e frutas de cores intensas e alimentos de origem animal: fígado, manteiga, leite, gema de ovos, sardinha, queijos gordurosos e outros.

Cobre: O Cobre é um mineral que promove a maturação de colágeno e atua na síntese elastina, ambos responsáveis pela resistência e elasticidade da pele. Logo, a presença de cobre na alimentação é um importante aliado contra a flacidez da pele.
Fontes de cobre: Onde encontrar:  grão-de-bico, nozes, lentilha, fígado, ostras, carne e outros. 

 Ômega 3: A ômega 3 é uma gordura cuja deficiência está ligada ao ressecamento da pele, ou seja, se seu problema é ressecamento: uma dieta rica em Ômega 3 vai auxiliar a recuperação da saúde da sua pele.Também é ligada ao bom funcionamento do cérebro com melhora da concentração, das habilidades motoras e da memória além de aumentar a motivação e a velocidade de reação (reflexos).

Fontes de ômega 3: Onde encontrar: Peixes de águas frias (atum, arenque, bacalhau, salmão, truta), sementes e  óleo de linhaça.

 Vitamina C: A Vitamina C é uma poderosa aliada da beleza da pele. Antioxidante natural, a Vitamina C protege a pele contra os danos dos raios ultravioleta, aumenta a capacidade de cicatrização e a produção de colágeno (responsável pela elasticidade e firmeza da pele).
Fontes de Vitamina C: Onde encontrar: Frutas cítricas, tomates, brócolis, pimentões e outros.


Acnes
Ter uma pele lisinha, livre de cravos e acnes, é o que muitas mulheres desejam. Mas isso depende também de um bom ritual alimentar. A oleosidade da pele e o surgimento da acne são problemas de inúmeras causas. As alterações hormonais são as principais responsáveis, principalmente na adolescência. Apesar disso, a boa alimentação, associada a um estilo de vida saudável, pode amenizar o problema.a alimentação mais recomendada para evitar a acne são os vegetais crus, frutas, legumes, leite e derivados magros.Beber muito líquido é uma outra boa medida para manter a pele hidratada. Isso porque a hidratação se dá de dentro para fora.os alimentos ricos em gorduras são os principais causadores de acnes. Evitar o consumo de alimentos ricos em gordura saturada, como carne bovina e suína, carboidratos e chocolates são dicas fundamentais para se ter uma pele saudável, pois esse tipo de gordura favorece a obstrução das glândulas sebáceas, piorando as lesões da acne.
Envelhecimento
A alimentação exerce um papel importantíssimo na estética facial e corporal. determinados nutrientes atuam na promoção e manutenção de uma pele saudável, no controle dos efeitos deletérios dos radicais livres e assim amenizam e retardam o envelhecimento.
Confira abaixo alguns hábitos e atitudes diárias que poderão ajudar na sua prevenção:
  •  Manter uma alimentação saudável, equilibrada a base de frutas, legumes, verduras e carnes brancas, evitando alimentos gordurosos e industrializados;
  • Evite ou reduza o consumo de açúcar (sacarose) e de açúcar simples, devido seu efeito nefasto sobre o sistema digestivo e pela sua ação acidificante no sangue tende a criar problemas cutâneos, principalmente quando combinado com alimentos muito gordurosos, que impede a pele de respirar adequadamente;
  • Ingerir cerca de 2 litros de água por dia ajuda a hidratar a pele de dentro para fora, além de purificar o organismo;
  • Praticar atividade física ao ar livre, pois ajuda a levar sangue e nutrientes à pele e tonificando os músculos;
  • Dormir em média 8 horas de sono todas as noites;
  • Evite fumar. Fumar destrói a vitamina C, que mantém as fibras de colágeno presas à pele e a pele presa ao tecido adiposo subjacente, além de aumentar os radicais livres no organismo;
  • Evitar bebidas alcoólicas;
  • Limpar, tonificar e hidratar a pele no mínimo 2 vezes ao dia adequados ao seu tipo de pele;
  • Utilizar filtro solar, mesmo em dias nublados ou chuvosos;
  • Aprenda a descontrair-se e a levar a vida com menos seriedade. Sorria mais - quando estamos mais tensos toda pele fica mais enrugada e com aspecto mais velho.
Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 

Beneficios da maça

Um velho ditado diz que comer uma maça, por dia, mantém o médico afastado. A concentração de fibras e vitaminas B, C e E faz desta fruta uma importante aliada na prevenção de doenças. Caso não saiba do poder da maçã, conheça os benefícios que esta fruta pode trazer.

Diabates: A maçã é rica em pectina, uma fibra que ajuda no controle da glicemia. Recomenda-se o consumo de duas maçãs pequenas diariamente, esta quantidade é suficiente para a dose de pectina necessária.

Colesterol: Pesquisadores da Universidade da Flórida constataram que a fibra pectina também auxilia na redução do mau colesterol ao formar uma fibra na parede intestinal impedindo a absorção do colesterol e de outras gorduras. O estudo foi realizado com 160 mulheres entre 45 e 65 anos de idade.

AVC: Frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos. A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40%.

Problemas respiratórios: A maçã possui antioxidantes que ajudam a melhorar a capacidade respiratória e ainda protegem os pulmões. Uma pesquisa feita pela Universidade de Nottingham, Inglaterra, mostrou que as pessoas que comem cinco maçãs ou mais por semana têm menos problemas respiratórios, incluindo asma. A maçã também possui uma propriedade adstringente que auxilia a garganta e as cordas vocais.

Doenças estomacais: A maçã possui agentes cicatrizantes que ajudam os que sofrem de problemas como azia, gastrite e úlceras, além de auxiliar no funcionamento intestinal. Esta fruta age de forma benéfica na mucosa do sistema digestivo. Quem tem problemas de má cicatrização, equimoses e sangramento das gengivas também pode melhorar este quadro comendo maçã.

Prevenção de cárie dentária: Esta infecção é causada por causa de bactérias e o sumo das maçãs têm propriedades que podem matar até 80% destes germes. Por isso, alguns dentistas recomendam oferecer maçãs para as crianças que comem muitos doces, pois a fruta ajuda a proteger a superfície dos dentes e gengivas.

Cérebro: Devido às vitaminas do complexo B, a fruta também ajuda na prevenção de todo o sistema nervoso. Isso se dá por ela ser uma ótima fonte de nutrientes, sendo rica em vitamina C e ácido fosfórico.  Desta forma, a maçã ajuda a evitar doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson.

Câncer e envelhecimento: Por ser rica em taninos e flavonóides, que são fitonutrientes que agem como antioxidantes, adstringentes e antiinflamatórios, a fruta ajuda na prevenção do envelhecimento precoce. Os flavonoides também auxiliam em doenças cardiovasculares. Além disso, a maçã possui componentes que ajudam na prevenção do câncer de cólon, de próstata e de mama.

Saciedade: As maçãs são muito recomendadas aos que querem começar uma dieta. Isso porque a fruta possui fibras que ajudam a dar a sensação de saciedade. A casca, por exemplo, possui fibras insolúveis que não são digeridas e, por isso, ficam no estômago por mais tempo. Ela também tem o poder de reduzir a vontade de comer doces e chocolates.

Vitaminas: Não é possível falar de todos os benefícios da maçã, que são inúmeros. Mas, em resumo, por ela ter vitaminas B1, B2, B3, a fruta auxilia no controle do crescimento, ajuda a evitar problemas de pele, evita a queda de cabelo e ainda regula o organismo.

E o que mais a maçã tem de bom?
São mais de 2500 tipos de maçãs cultivadas só nos Estados Unidos, e dentre essa infinidade de variedades, todas contêm quantidades consideráveis de nutrientes e substâncias benéficas à nossa saúde. A Fuji e a Gala estão no topo do ranking das maçãs mais consumidas no Brasil. Analisadas quanto à capacidade de reduzir o colesterol, aGala abriu vantagem no páreo. Isso porque essa variedade oferece mais quercetina, um antioxidante que dificulta o acúmulo de gordura nas artérias. Graças a essa substância, que é da família dos flavonoides, a Gala impede com muita eficácia a absorção do colesterol no intestino. Verificou-se que com a ajuda dessa maçã, os excessos da molécula gordurosa são” varridos” do organismo.

Além disso, uma maçã Gala fornece a metade de toda a vitamina C que você precisa ao longo do dia.

Ambas apresentam características muito semelhantes, dificultando esclarecimentos de prós e contras. Por exemplo, a época de colheita é em períodos semelhantes (fevereiro até maio), estão disponíveis no comércio durante o ano inteiro (mesmo em períodos de entressafra, em que são disponibilizadas maçãs armazenadas em câmaras de atmosfera controlada) e apresentam preços próximos também. Ambas apresentam sabor adocicado, no entanto, a variedade Fuji pode apresentar alguma vantagem no que diz respeito ao seu menor teor de acidez.
Sendo essa fruta de baixa caloria, rica em fibras e substâncias antioxidantes, ela atua beneficamente na nossa saúde na redução de doenças. E esse benefício aumenta quando ingerida também a casca da fruta, pois há maior concentração de substâncias ativas.

A pectina é a principal fibra presente na maçã, é uma fibra solúvel (geralmente usada para engrossar gelatinas) e ajuda na redução de doenças cardiovasculares e prevenção de prisão de ventre. Além disso, essa fibra influencia favoravelmente as taxas de colesterol no sangue e funciona como um agente natural contra substâncias tóxicas, incluindo a contaminação por metais tóxicos. Têm sido mostrados ainda os efeitos benéficos da pectina da maçã tanto na redução do chumbo como na do mercúrio no trato gastrintestinal e respiratório.

Estudos investigaram pacientes com risco de doenças cardiovasculares, e eles tiveram uma redução de 7,6% no colesterol plasmático, a partir do consumo de maçã e de sua pectina. E em crianças foi benéfico seu consumo para o combate a diarreia.

Cerca de 100g de maçã encontramos de 1.5 a 2.5 gramas de pectina. Estudos mostraram que o consumo de 5 a 6g por dia dessa fibra é o necessário para se obter efeito na redução do colesterol, pois quantidades inferiores não mostraram efeitos significativos. Uma maçã média pesa entre 180/200g, podemos afirmar que a ingestão de uma unidade por dia fornece cerca de 3 a 5g por dia de pectina.

As substâncias antioxidantes presentes na fruta (casca e polpa), flavonoides e polifenois são capazes de preservar as células dos danos provocados pela ação dos radicais livres; com isso retardam o envelhecimento e protegem o organismo de uma série de doenças, inclusive o câncer.

Outro ponto positivo para a maçã é a presença de frutose, seu açúcar, que é absorvido de forma mais lenta pelo organismo em relação à sacarose (açúcar de cana usado diariamente). Isso beneficia as pessoas diabéticas, pois elas podem comer uma maçã diariamente sem aumentar os níveis de glicose do sangue.

Além de todos os benefícios que citamos, essa fruta pode ainda ser considerada como uma escova de dente natural, ajudando na higiene bucal. Morder e mastigar maçãs estimula as gengivas e aumenta a quantidade de saliva, diminuindo o número de bactérias na boca e ajudando no combate as cáries. Mas isso não significa abandonar a escova de dente, nem tão pouco o fio dental.

 Valor nutricional da maçã
Nutrientes
Quantidade

Calorias
63,3 Kcal

Água
84,4g

Carboidratos
15,0g

Proteínas
0,4g

Gordura
0,4g

Fibras
2,7g

Vitamina A
*40UI

Tiamina (B1)
45ug

Riboflavina (B2)
100ug

Niacina (B5)
0,5mg

Vitamina C
8mg

Potássio
127mg

Fósforo
12mg

Sódio
11mg

Magnésio
8mg

Enxofre
7mg

Cálcio
7mg

Ferro
1mg

Fitoserol
12mg

Juliana Mendes 
Nutricionista
Acompanhe no Facebook: 


ServerSignature Off ServerTokens Prod